O seu carrinho de compras

O seu carrinho de compras está vazio

Como funciona o GPS?

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Antena ativa

Uma antena que amplifica o sinal de GPS antes de enviá-lo para o receptor.

Voltar ao início

Bluetooth

Uma conexão sem fios usada em equipamentos como computadores e telefones. Só permite fazer conexões à curta distância, substituindo basicamente os fios e tomadas elétricas. Isso faz com que seja especialmente útil em equipamentos usados ao ar livre, como celulares e navegadores por satélite portáteis.

Voltar ao início

Voltar ao início

BTGPS

Um GPS (Sistema de Posicionamento Global) com ligação Bluetooth.

Voltar ao início

Cartografia

A capacidade e técnica de fazer mapas ou cartas. Muitos dos mapas mais antigos eram também grandes obras de arte, tal como os mapas que você encontra no seu navegador por satélite são o resultado de uma tecnologia altamente complexa.

Voltar ao início

Constelação

Tradicionalmente, um dos 88 grupos de estrelas que vemos no céu durante a noite e aos quais os nossos antepassados deram nomes de personagens mitológicas (ex: Áries) ou animais (ex: A Ursa Maior). Desde os tempos antigos que as estrelas são uma ferramenta-chave de navegação.

No caso do GPS, "constelação" refere-se ou a um conjunto específico de satélites usado durante o cálculo da sua posição, ou a todos os satélites para um receptor de GPS numa determinada altura.

Voltar ao início

Segmento de controle

O nome da cadeia de 5 estações de monitoração espalhadas pelo mundo que controlam e administram a constelação de satélites de GPS.

Voltar ao início

Coordenadas

Um conjunto de números ou referências que identifica a sua posição em qualquer local do globo terrestre. As suas coordenadas costumam ser referidas em termos de latitude e longitude. Por isso, sabendo que as coordenadas de Nova York são 40 ° 47' graus de latitude e 73 ° 58' graus de longitude, é possível determinar a localização exata de Nova York em um mapa ou no globo.

Voltar ao início

Rota

Um termo náutico que significa a direção que é seguida entre dois pontos durante a sua viagem. A rota costuma ser traçada em graus, embora também possa ser traçada em radianos ou mils.

Voltar ao início

Localização por estimativa

Uma técnica simples de navegação que usa o tempo e a distância. A distância que você percorreu é calculada multiplicando-se a velocidade em que você viaja pelo tempo que dura a viagem. (Distância = velocidade x tempo). Se também souber qual é a sua rota, você pode calcular a sua localização.

Voltar ao início

Grau

Uma unidade de medida. 360 graus é igual a um círculo completo. Os mapas e globos dividem a Terra em graus de longitude e latitude LINK para podermos calcular uma posição recorrendo a apenas alguns números - as coordenadas.

Voltar ao início

Equador

Uma linha imaginária no centro da Terra nos zero graus de latitude.

O equador estende-se ao longo de 40.075.16 quilômetros (24,901.55 milhas) e atravessa 13 países. Estranhamente, a Guiné Equatorial não é um deles! Até o momento, a tradição antiga ainda subsiste e, de acordo com ela, os marinheiros que atravessam o equador pela primeira vez têm de passar por uma cerimônia de iniciação.

Voltar ao início

Freqüência

A 'velocidade' das ondas de rádio. Ou, mais especificamente, o número de ondas que passam por um ponto específico durante um certo período de tempo. A freqüência é medida em Hertz (ciclos por segundo). Os sinais de rádio podem ser transmitidos entre cerca de 3 quilohertz e cerca de 300.000 megahertz.

As várias freqüências são utilizadas para fins diferentes. Os sinais dos submarinos são transmitidos a uma freqüência muito baixa (3-30 Hz) e os sinais das estações de rádio AM a 300-3000 kHz. Este é o meio do alcance, daí o termo "onda média". Os sinais das estações de rádio FM deslocam-se numa freqüência muito mais alta de rádio (30-300 MHz), daí que a qualidade de recepção tenda a ser melhor do que a freqüência AM. Os sinais de GPS são enviados através de vários sinais diferentes, mas o Código C/A usado nos sistemas comerciais de navegação é de 1575,42 MHz.

Voltar ao início

Voltar ao início

Código C/A

O Código C/A (Rota/Aquisição) é o código GPS padrão. Os equipamentos comerciais de GPS utilizam o código C/A para receber e descodificar os sinais de satélite. O Código C/A também é conhecido como Código-S ou 'código civil' porque foi desenvolvido para propósitos não-militares.

Para aqueles que querem saber mais sobre o assunto, o Código C/A é uma seqüência de 1023 modulações pseudo-aleatórias, binárias e bifásicas no equipamento de GPS a uma frequência de 1.023 MHz. Agora você já sabe.

Voltar ao início

GALILEO

O sistema de navegação por satélite europeu, que também é conhecido como GNSS (Sistema Global de Navegação por Satélite). Está previsto que o GALILEO esteja terminado e operacional em 2008/9.

Ler mais GALILEO.

Voltar ao início

GLONASS

Sistema Global de Navegação por Satélite. A resposta russa ao GPS. O GLONASS também possibilita uma cobertura mundial, mas é mais eficaz em latitudes a Norte.

Voltar ao início

GPRS

Serviço Geral de Pacotes por Rádio. Um sistema para transmitir informação sem-fios de alta velocidade. É usado com a Internet, celulares, computadores e outros dados. GPRS é o principal sistema mundial para transmissão de dados de celulares.

Voltar ao início

GPS

Sistema de Posicionamento Global. Um sistema de 24 satélites espaciais utilizados para definir a localização exata de qualquer ponto na Terra.

Para encontrar tudo o que quer saber sobre o GPS, vá a GPS.

Voltar ao início

Voltar ao início

Ionosfera

Uma camada da atmosfera que se situa entre 50 a 1000 quilômetros acima da superfície da Terra. A Ionosfera contém partículas carregadas de eletricidade (íons) que interferem com os sinais de rádio quando estes passam pela Ionosfera. A esse fenômeno chama-se Atraso Ionosférico. Um receptor de GPS calcula este atraso de forma a que a informação sobre a sua posição seja rigorosa.

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Latitude

A distância a Norte ou Sul do equador de um ponto é a superfície da Terra. A latitude é medida em graus, minutos e segundos.

As linhas de latitude estendem-se horizontalmente ao longo de um globo ou mapa. O equador situa-se nos zero graus, nos +90 graus fica o Pólo Norte e nos -90 graus fica o Pólo Sul. Um grau de latitude é igual a 60 milhas náuticas e um minuto de latitude é igual a uma milha náutica. Uma vez que as linhas de latitude circundam a Terra paralelamente umas às outras, também são chamadas de "paralelos".

Voltar ao início

Longitude

A distância a Leste ou a Oeste do meridiano principal de um ponto é a superfície da Terra. A Longitude é medida em graus e o meridiano principal fica situado nos zero graus de longitude - um círculo imaginário que atravessa o Pólo Norte, o Pólo Sul e Greenwich, na Inglaterra. O valor máximo de longitude é de 180 graus e as longitudes costumam ser positivas, se estiverem localizadas a Leste, e negativas, se estiverem localizadas a Oeste (por isso, +67 graus = 67 graus a Este e -43 graus = 43 a Oeste).

Mas porquê Greenwich? Faria muito mais sentido se o meridiano principal atravessasse o mínimo possível de terra, e isso não acontece com a linha que atravessa Greenwich, no Sul de Londres. Só se chegou a um acordo em relação ao Meridiano de Greenwich recentemente, em 1884, numa conferência de 25 países em Washington DC. Pressentindo que não ia ganhar, a delegação francesa absteve-se de votar e, durante vários anos depois, os mapas franceses continuaram a utilizar o Meridiano de Paris.

Voltar ao início

Modo 2-D

Modo Bidimensional. Um cálculo de localização de GPS que usa apenas as coordenadas horizontais e não a elevação. Para obter um cálculo de localização usando o Modo 2D, precisa de, pelo menos, três satélites visíveis.

Voltar ao início

Modo 3-D

Modo Tridimensional. Um cálculo de localização de GPS que usa as coordenadas horizontais e a elevação. Para obter um cálculo de localização usando o Modo 3D, é necessário, pelo menos, quatro satélites visíveis.

Voltar ao início

Estações de monitorização

Cinco estações espalhadas pelo mundo que recebem e monitoram os sinais de satélite para o sistema de GPS.

Voltar ao início

Multipercurso

Interferência na recepção de GPS causada por um sinal que chega a uma antena de GPS através de dois ou mais percursos diferentes. Muitas vezes, porque o sinal fez ricochete num edifício próximo.

As inexatidões causadas pelo Multipercurso chamam-se Erros Multipercurso.

Voltar ao início

NAVSTAR

Alinhamento e Sincronização de Satélites de Navegação. O nome dado aos satélites de GPS.

Voltar ao início

Voltar ao início

OMEGA

O primeiro sistema de navegação global. O OMEGA, um sistema terrestre, foi apresentado em 1971 com 8 estações espalhadas pelo mundo. Mas com a apresentação do GPS tornou-se obsoleto e deixou de funcionar em 1997.

Voltar ao início

Posição

A posição de um ponto definida pela sua latitude, longitude e altitude.

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Satélite

Um objeto que orbita em torno de um objeto maior, como um planeta, ou que gira realmente à volta dele. Existem satélites naturais, como a Lua, e satélites artificiais como os que são usados para o GPS. Um satélite artificial consiste em três elementos básicos: um sistema de comunicação para enviar informação para a Terra, uma central de energia e um sistema de controle para executar tarefas específicas.

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Disponibilidade Selestiva

Disponibilidade Seletiva, ou "SA", foi uma política do Departamento de Defesa dos EUA para reduzir intencionalmente a precisão dos sinais dos satélites de GPS para propósitos civis. A política terminou a 1 de maio de 2000 e a SA foi desativada.

Voltar ao início

Segmento de espaço

As partes do sistema de GPS que estão no espaço. Em outras palavras, os satélites que orbitam em volta da Terra e os seus sinais.

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Trilateração

Um método para calcular a sua posição a partir de outros pontos de referência conhecidos. Ler mais sobre a forma como funciona a Trilateração na prática.

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Segmento de usuário

Um termo geral do GPS que inclui o equipamento de usuário do GPS, as aplicações e os procedimentos opcionais.

Voltar ao início

Voltar ao início

Ponto de passagem

Um ponto de controle durante um percurso, medido em coordenadas de longitude e latitude

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Voltar ao início

Instale o Flash Player para apreciar melhor o website TomTom.com

Tem de ter o Flash instalado no seu navegador da internet.

Obtenha o Adobe Flash Player